• Flavia Pinheiro Zanotto

O rubor e como surgiu

Atualizado: Jan 7


Ilustração: Taciana Ottowitz


Imagine que você falou uma besteira sem pensar para alguém e se sentiu completamente embaraçado. Seu rosto ficou vermelho como tomate maduro e também esquentou. Porque isso acontece?

O rubor surgiu como resposta ao comportamento do “fight or flight” ("brigue ou fuja"), que ocorre quando um animal selvagem está em perigo. É um processo reflexo, governado pelo sistema nervoso simpático. Primeiro, ocorre a liberação da adrenalina, um hormônio que faz com que o coração bata mais forte, a respiração se acelere e dilate os vasos sanguíneos para aumentar a circulação do sangue, e junto com isso tudo uma maior quantidade de açúcar na corrente sanguínea, que serve de combustível para correr rápido. As pupilas se dilatam e aumentam para enxergar melhor, também um outro efeito da adrenalina. Com tudo isso em conjunto, só resta o animal fugir rapidamente ou enfrentar o perigo e lutar. Acontece a liberação também de adrenalina de maneira saudável quando fazemos esporte, melhorando a performance do jogo.

Portanto, o rubor é típico dos humanos, na verdade uma resposta evolutiva humana, pois os outros animais na natureza possuem a resposta do "brigue ou fuja", e não o rubor propriamente dito. Imagina um macaco ficar vermelho quando faz alguma bobagem? Já viu?

Em nós, o embaraço por algo que alguém falou também leva a essa resposta do “brigue ou fuja”. Só que nós, mais civilizados, não corremos ou brigamos, mas demonstramos através do rubor... Em nosso caso, as veias do rosto recebem maior quantidade de sangue, causando então a vermelhidão das bochechas. O mesmo acontece quando estamos interessados naquela pessoa e ficamos ruborizados, o coração bate mais forte e ficamos vermelhos e ansiosos de vergonha e desejo...

Aparentemente, portanto, o rubor é uma reação típica de humanos.





23 visualizações
LINKS
CONTATE-NOS

flaviapz@assessoriaciencia.com

Tel: (11) 99657 4524

RAZÃO SOCIAL: FLÁVIA PINHEIRO ZANOTTO ME

CNPJ: 16.955.524/0001-76

Rua Barão de Campos Gerais, 162

CEP: 05684-000 | Real Parque

São Paulo | SP

SOCIAL

©2020 - Todos os direitos reservados. Escrever Ciência | Desenvolvido por Garden Digital