• Flavia Pinheiro Zanotto

Limitações de seu artigo científico? Mostre

Ao escrever artigos para publicação,  muitos detalhes importantes precisam ser incluídos para apresentar uma descrição bem equilibrada e abrangente do seu trabalho. Um dos mais importantes, mas muitas vezes subestimado, é a parte sobre as limitações de seu artigo. Muitos autores experimentam dificuldade em escrever sobre as limitações do seu trabalho ou são relutantes em incluí-los. No entanto, para garantir que você forneça um contexto preciso para o seu trabalho e forneça aos leitores informações suficientes para avaliar adequadamente a relevância e o impacto de seus resultados, elas devem ser incluídas. Então, qual é a melhor maneira de descrever as limitações sem invalidar suas descobertas? Vamos abordar uma estratégia de forma metódica, primeiro examinando os tipos de limitações que você pode apresentar.

Tipos de Limitações

1. limitações de design do estudo: os procedimentos que você utilizou para medir parâmetros ou estes eram aqueles disponíveis na época de coleta dos dados ou restrições específicas na população do estudo podem, em última instância, afetar os resultados que você obteve.

2. limitação de impacto: mesmo que o seu estudo tenha um design forte e estatísticas excelentes, pode sofrer um impacto limitado de fatores como possuir um foco regional forte, sendo específico da população estudada, ou o campo é propício apenas para descobertas incrementais.

3. limitações estatísticas ou de dados: às vezes, você não foi capaz de coletar dados tão bons como você pretendia. As limitações estatísticas também podem decorrer do desenho experimental, produzindo limitações mais graves em termos de interpretação dos achados.

Como descrever suas limitações

Agora que você sabe como identificar possíveis limitações em seu estudo, a questão gira em como descrevê-las em seu artigo. Em nossa experiência, descobrimos que muitos autores são relutantes em escrever sobre suas limitações porque sentem que enfraquecem seu estudo e estão apontando falhas que outros podem não ter notado. Embora isso possa fazer com que uma pessoa se sinta vulnerável, todos sabem que as limitações são uma parte da ciência, por isso é melhor ser franco sobre elas. Você pode contrariar a interpretação negativa do leitor, fornecendo-lhe uma explicação para cada limitação, e mostrando por que os resultados ainda são importantes. E que você sabe quais são essas limitações, pois isso mostra conhecimento aprofundado da literatura na área.

Por exemplo: seu estudo analisou a eficácia de um novo tratamento com diabetes em pacientes japoneses. Os resultados foram muito positivos; no entanto, porque você só olhou para os pacientes japoneses, esses achados podem não se traduzir em pacientes de outras etnias. Mas acompanhado por um comentário sobre como os resultados ainda podem ser amplamente aplicáveis, pois ajudarão no tratamento específico de pacientes em todas as partes do mundo.

Se você tem resultados particularmente inovadores ou está publicando em um campo pouco pesquisado, outra abordagem para apoiar suas descobertas, apesar das limitações, é reforçar a novidade de seus resultados. 

Agora, é possível que seu estudo tenha uma falha bastante crítica (geralmente no design do estudo), que diminui a confiança em seus achados. Neste caso, provavelmente também será evidente para outros, então é melhor explicar por que esse erro ou falha ocorreu. Você ainda pode explicar por que vale a pena repetir o estudo ou como você planeja re-testar o fenômeno, mas também é provável que seus objetivos de publicação devam ser diminuídos se você ainda planeja publicar seu trabalho.

Limite suas expectativas

Ninguém espera que a ciência seja perfeita e, enquanto seus colegas podem ser altamente críticos, nenhum trabalho é ausente de limitações. Nossa base de conhecimentos é construída para descobrir cada peça do quebra-cabeça, uma de cada vez, e as limitações nos mostram onde devem ser feitos novos esforços. Muito parecido com a revisão por pares, não pense nas limitações como sendo inerentemente ruim, mas como mais uma oportunidade para um novo desafio. No final, sua limitação pode ser a inspiração de outra pessoa.

77 visualizações
LINKS
CONTATE-NOS

flaviapz@assessoriaciencia.com

Tel: (11) 99657 4524

RAZÃO SOCIAL: FLÁVIA PINHEIRO ZANOTTO ME

CNPJ: 16.955.524/0001-76

Rua Barão de Campos Gerais, 162

CEP: 05684-000 | Real Parque

São Paulo | SP

SOCIAL

©2020 - Todos os direitos reservados. Escrever Ciência | Desenvolvido por Garden Digital