RESSUBMETER SEM REFORMATAR?

April 5, 2019

 

Todo cientista conhece a dor causada pela rejeição de um artigo. Para garantir o aceite, os pesquisadores precisam modificar os manuscritos com base nas sugestões dos revisores. Em alguns casos, o reenvio para uma nova revista pode ser a única opção viável. Isso é trabalhoso, todos sabemos. Cada revista também tem seu próprio estilo e regras. Além disso, reformatar o manuscrito inteiro para um novo periódico consome muito tempo! É aqui que entra em cena o MECA (Manuscript Exchange Common Approach). Espera-se que o MECA facilite a transferência rápida de dados de revisão por pares. O MECA foi apresentado na reunião da Society for Scholarly Publishing e detalhes de como o MECA iria funcionar foram recentemente apresentados na reunião do ISTME.

O que é o MECA?
O MECA é uma maneira de simplificar a transferência de manuscritos e dados de revisão por pares entre editores. 
Os pesquisadores gastam cerca de 15 milhões de horas por ano refazendo revisões. Isso pode ser corrigido simplesmente transferindo os dados de revisão por pares de um artigo rejeitado para um novo periódico. Manuscritos já estão sendo transferidos dentro de grupos de publicação. O desafio é facilitar a transferência de manuscritos entre editores de revistas diferentes. 

A equipe do MECA espera tornar isso possível ao projetar uma abordagem comum. Esses dados serão de acesso aberto. A equipe espera que suas recomendações sejam amplamente usadas. 

A linguagem é também importante. A equipe da MECA está trabalhando na criação de um vocabulário comum com um significado padrão. Isso possibilitará que diferentes sistemas de publicação façam uma conversa cruzada com mais clareza. 

Cada artigo seria atribuído com um identificador exclusivo. Estes incluiriam palavras-chave, autores, o número do manuscrito e o DOI. O sistema MECA pode usar um identificador universal exclusivo (UUID). O UUID incluiria a data, a hora, o endereço MAC e um número aleatório. Dessa forma, não haveria confusão com o identificador entre os editores. A última revisão do artigo rejeitado seria usada no processo de transferência do manuscrito. Os dados de revisão por pares poderia excluir os nomes dos revisores. Todos os comentários dos revisores seriam incluídos na transferência.

A equipe do MECA tem compartilhado suas ideias com a comunidade de pesquisa. Eles  também estão aceitando comentários (os comentários podem ser enviados em manuscriptexchange.org) e também gostariam de incluir mais membros. Isso os ajudará a desenvolver ideias melhores.

O próximo passo seria hospedar webinars. Isso ajudará as pessoas a entender como o MECA funcionaria. Ainda este ano, a equipa da MECA irá construir um sistema piloto. Isso será testado e refinado. Idealmente, o MECA estaria pronto para uso em 2019.

LIMITAÇÕES

O compartilhamento de resenhas/críticas nem sempre é o que os autores querem. Se um manuscrito for transferido, o editor da revista saberá que este não foi sua primeira escolha. Também não sabemos como um editor de uma revista menor pode se sentir ao compartilhar todas as informações de revisão por pares com um concorrente maior. Um cientista pode não querer transferir dados de revisão por pares se perceberem que a revisão é injusta. Reapresentar o artigo novamente pode, de fato, fornecer uma oportunidade para obter uma revisão melhor.

O MECA poderia, assim, tornar a reapresentação do artigo muito mais eficiente. Interessante não? Compartilhem!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Frases/palavras de transição para melhorar o seu texto científico

August 8, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes

September 8, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square